Arquivo mensal: agosto 2010

Dia do Blog

Hoje é dia do blog, é? 31/08 parece que está escrito blog, é? Então deixo aqui a minha lista de indispensáveis. Blogs com inteligência, conteúdo, humor e que não deixo de não ler. (ou seria não deixo de ler?) Olha a lista aí minha gente:

Bêbado Gonzo
Bitácora do Pedrox
Blog da Tantinha
Cafeína Noturna
Dormisteco Fernandel
Lógica Inversa
Lorotas da Doca
Marcos do Tempo
Miss Brasil
Morango e estrelas
O Fona
Porão do Castello
SB Virtual

Visitem esses blogs, isso é uma ordem!

Jornal do Brasil

Hoje, 31 de agosto de 2010, o Jornal do Brasil, umas das publicações mais tradicionais do país, tem sua última edição impressa. A partir de amanhã, passará a circular somente no mundo virtual. O que para uns parece ser o início de uma nova era, para outros é o fim. Mais de 100 anos de história. Em sua nova era, a primeira edição, em 1º de setembro de 2010, trará um artigo assinado pelo, então presidente, Luís Inácio Lula da Silva. Fica claro que essa decisão, apesar de mostrar-se voltada para os novos tempos, tem um cunho de crise financeira que, ao meu ver, todo o setor de jornalismo vem passando devido a evolução tecnológica. Espero que, iniciando-se essa nova era, o Jornal do Brasil possa ter mais sucesso e assim, liderar uma pequena revolução no setor. Que coisas boas venham a partir daí, é o meu desejo…

Vi no: De Repente e Jornal do Brasil

Influência de programa eleitoral

Motivado pelo post do Espaço Aberto que mostra que a propaganda eleitoral no rádio e na tv influencia o voto das pessoas (lógico, não é Maick? Se não influenciasse para que existiria?) quando um nome forte dentro do partido apoia outro candidato, como no exemplo citado: do apoio do ex-governador Aécio Neves ao candidato Antonio Anastasia (o candidato cresceu na campanha com o apoio). Faço-me a pergunta e deixo para vocês: por que isso acontece? A confiança das pessoas é tão grande para repassar votos com o apoio de alguém mais conhecido? (vide Lula –> Dilma) Ou seria a falta de instrução da população a causa disso? O que acham?

Eu voto na falta de instrução.

A febre dos Social Games

Devo confessar que já joguei aqueles jogos sociais do Facebook, como farmville e mafiawars. Parei com eles porque simplesmente minha produtividade em outros assuntos tinha ido “pras cucuias”. Mas não nego que é legal de jogar, desafiar os amigos, ganhar pontos e tudo mais. Para as empresas, é uma excelente forma de divulgação da marca e interação com os consumidores e potenciais clientes. Vejam esses dois casos:

1 – Honda utiliza jogos sociais para test drive

Para promover o lançamento norte-americano do seu novo coupê sport híbrido, o Honda CR-Z, a montadora iniciou uma campanha de dois meses no jogo social Car Town do Facebook que possibilita os jogadores usarem uma moeda virtual para comprarem, customizarem e estocarem centenas de carros em sua próprias garagens virtuais. Os jogadores podem utilizar esses carros para dar voltas pela cidade e completar desafios e ganhar pontos para comprar outros carros, produtos e serviços relacionados.

Vi no: Mashable

2 – Banco de Dubai, Standard Chartered, incentiva a criação de tendas virtuais

Durante o Ramadã, mês sagrado dos muçulmanos, a empresa TBWA/RAAD criou um jogo social onde os usuários podem criar uma “tenda de Ramadã” e convidar seus amigos para visitar. As tendas que mais receberem visitas ganham pontos semanais e outras opções dentro do jogo.

Vi no: Adivertido

Eu já parei de jogar esses jogos sociais por causa da diminuição da minha produtividade. Mas isso é uma questão minha, me vicio rápido. E vocês? Quais jogos vocês estão jogando?

Fox Crime

Mais uma campanha de marketing para a série de campanhas de “cair o queixo”. Essas sim são campanhas que marcam, apesar de atingirem poucas pessoas. No lançamento do seu novo canal, a Fox Crime colocou um boneco, imitando uma pessoa, como se tivesse sido jogado no fundo do mar preso a um bloco de concreto. No bloco de concreto está os dizeres: Novo canal FOX CRIME. Muito 10!

Vi no: Comunicadores.

Duro de Matar 5

E mais um filme da saga “Duro de Matar” parece está a caminho. O próprio Bruce Willis disse que a 5º versão do filme é “iminente”. Pelo que pude ler por aí, caso confirme, em 2011 já começam os preparativos. No último, o sr. John McClane (Bruce Willis) “surfa” em um jato (Duro de Matar 4.0). Lembram? O que será que teremos dessa vez? Não consigo nem imaginar o tipo de ação que poderemos ter, mas que vai ser bom, isso vai.

Vi no: Jovem Nerd

Almoço na Liberdade

Famoso bairro oriental da cidade de São Paulo tem seu nome oriundo dos tempos da abolição da escravidão. Conhecido antigamente como Campo da Forca, tem em seu centro a Igreja de Santa Cruz, conhecida como Igreja dos Enforcados, onde são acesas velas para as almas. Local de um dos primeiros cemitérios da capital paulista. Nas primeiras décadas do século XX começou a grande imigração de japoneses que foram tentar “ganhar a vida” na América (plantar café no interior), mas não se acostumaram ao regime de trabalho e acabaram voltando para a cidade e povoando o bairro.

Leia mais aqui: SampaArt

Mas porque dessa introdução? Minha amiga Maria Clara está indo para fora do país para continuar sua caminhada de estudos. Está indo para França para fazer seu mestrado e estou aqui desejando-lhe toda a sorte do mundo e que Deus irá iluminar muito o caminho dela para que seus objetivos sejam alcançados. Hoje, domingo, nos reunimos em um restaurante, no bairro da Liberdade, aqui em São Paulo para que pudéssemos confraternizar e comemorar mais esse sucesso na vida da nossa amiga.

Até quando?

Em recentes episódios de violência com pessoas que eu amo em Belém sempre me faz refletir sobre o que devemos fazer? O que devemos ter para ser seguro? Quem devemos colocar no poder para nos possibilitar segurança digna? Não tem melhor música que exprima o verdadeiro “empurrão” que toda a sociedade brasileira precisa para verdadeiramente se mobilizar e fazer algo. Só a mudança de mentalidade vai nos levar pra frente, não é Gabriel, o pensador? Até quando?

Não adianta olhar pro céu com muita fé e pouca luta
Levanta aí que você tem muito protesto pra fazer e muita greve
Você pode e você deve, pode crer
Não adianta olhar pro chão, virar a cara pra não ver
Se liga aí que te botaram numa cruz e só porque Jesus sofreu
Num quer dizer que você tenha que sofrer

Até quando você vai ficar usando rédea
Rindo da própria tragédia?
Até quando você vai ficar usando rédea
Pobre, rico ou classe média?
Até quando você vai levar cascudo mudo?
Muda, muda essa postura
Até quando você vai ficando mudo?
Muda que o medo é um modo de fazer censura

(Refrão)
Até quando você vai levando porrada, porrada?
Até quando vai ficar sem fazer nada?
Até quando você vai levando porrada, porrada?
Até quando vai ser saco de pancada?

(Repete refrão)

Você tenta ser feliz, não vê que é deprimente
Seu filho sem escola, seu velho tá sem dente
Você tenta ser contente, não vê que é revoltante
Você tá sem emprego e sua filha tá gestante
Você se faz de surdo, não vê que é absurdo
Você que é inocente foi preso em flagrante
É tudo flagrante
É tudo flagrante

(Refrão x2)

A polícia matou o estudante
Falou que era bandido, chamou de traficante
A justiça prendeu o pé-rapado
Soltou o deputado e absolveu os PM’s de Vigário

(Refrão x2)

A polícia só existe pra manter você na lei
Lei do silêncio, lei do mais fraco:
Ou aceita ser um saco de pancada ou vai pro saco

A programação existe pra manter você na frente
Na frente da TV, que é pra te entreter
Que pra você não ver que programado é você

Acordo num tenho trabalho, procuro trabalho, quero trabalhar
O cara me pede diploma, num tenho diploma, num pude estudar
E querem que eu seja educado, que eu ande arrumado que eu saiba falar
Aquilo que o mundo me pede não é o que o mundo me dá

Consigo emprego, começo o emprego, me mato de tanto ralar
Acordo bem cedo, não tenho sossego nem tempo pra raciocinar
Não peço arrego mas na hora que chego só fico no mesmo lugar
Brinquedo que o filho me pede num tenho dinheiro pra dar

Escola, esmola
Favela, cadeia
Sem terra, enterra
Sem renda, se renda. Não, não

(Refrão x2)

Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente
A gente muda o mundo na mudança da mente
E quando a mente muda a gente anda pra frente
E quando a gente manda ninguém manda na gente

Na mudança de atitude não há mal que não se mude nem doença sem cura
Na mudança de postura a gente fica mais seguro
Na mudança do presente a gente molda o futuro

(Refrão)

A história da internet

Muito legal o infográfico da história da internet:

Vi no: Blog do Estadão >> Alexandre Matias

Novo (de novo) Orkut

Vejo muitos amigos reclamando das novas funcionalidades do novo (de novo) orkut. Eu, como adoro novidades, gostei do que foi oferecido. Agora posso mandar uma mesma mensagem para quantas pessoas eu quiser, sem ter que repetir a mensagem. Essa opção, na minha primeira análise, lembrou um pouco o finado Google Wave ao possibilitar uma “conversa” por meio de uma única mensagem. Mas vamos a alguns detalhes:

1 – Grupos:

Na parte de cima do seu perfil apareceram algumas abas que o próprio Google sugeriu (algumas são as que vocês realmente gostaria de colocar). Esses são os grupos de amigos (as ditas panelas sociais) que você pode configurar indo no botão “+” do lado direito. Adicionar grupos, modificar, incluir pessoas, excluir pessoas dos grupos e muito mais. Percebam que eu criei grupos para aglutinar pessoas e poder me comunicar com elas ao mesmo tempo.

2 – Mensagens:

Sei que já era possível mandar uma mesma mensagem para mais de uma pessoa, mas agora ficou mais intuitivo. Onde está escrito “para” acima da caixa de mensagem tem a correspondência “todos os amigos” e um botão “alterar” ao lado. Ao clicar nesse botão, abre uma caixa com os seus amigos onde você pode escolher para quantas pessoas mais você quer mandar aquela mensagem.

3 – Fim do depoimento?

Algumas pessoas estão dizendo que perdeu a graça deixar depoimento por causa da possibilidade do scrap privado. Não acredito nisso. O depoimento você deixa público, o scrap privado é pra ser privado mesmo. Quando você coloca o cursor na caixa de mensagem, abre a possibilidade logo abaixo para selecionar qual o nível do seu scrap. Se ele será público, só para amigos ou privado. Fácil!

4 – Conversação:

Na mesma forma que o Facebook possibilita uma discussão em torno de um mesmo recado, o orkut possibilitou a conversação em torno de um mesmo scrap. Ao responder um scrap, você tem as opções de mandar como um novo recado ou colocar uma nova resposta ali naquele recado mesmo. Eu gosto dessa funcionalidade. Fica fácil de visualizar o desenvolvimento da conversa.

Essas são, basicamente, as funcionalidades novas do novo (de novo) Orkut. Pelo menos são as que eu mais gostei. Tem outras mudanças que vocês mais gostaram? Quais as que vocês não gostaram?