Tempo maluco…

Olá pessoas, aqui estou voltando para atividades bloguísticas (existe essa palavra?). Há muito ansiava por ter outro blog (sim, eu já tive um.) mas a correria do dia-a-dia e a falta de disciplina me levaram a deixar o antigo blog perdido no tempo e no espaço. Mas cá estou, “de volta para o meu aconchego” e tentarei manter uma certa disciplina para que eu possa manter a habilidade da escrita e da comunicação sempre em atividade. Decido fazer a inauguração deste espaço (opa, inauguração? Cadê os comes e bebes?) falando um pouquinho do sofrimento que é, para um paraense, viver nesse clima louco de São Paulo.

Cheguei em São Paulo no início do ano para fazer mestrado em administração na Fundação Getúlio Vargas. Até então, o clima era muito parecido com o de Belém: chuva torrencial todos os dias. Mas tinha um agravante: a megalópole São Paulo se transformava em uma piscina (Não, não dava para praticar 100m rasos na Paulista). Muito amigos, que aqui já estavam, perguntaram a mim se eu tinha colocado em minha mala os “torós” de Belém. Longe de mim querer interferir no trabalho de São Pedro. Nessa época estavamos no verão. Eram as famosas “chuvas de verão”. Nada do que eu já não havia presenciado em Belém, só com um detalhe a mais: proporcionalmente 10x mais.

Eis que chega o outono (em Belém só temos verão e inverno, em um chove todo o dia, e no outro chove o dia todo) e a sensação de que o clima melhoraria tomou conta de todos na cidade. Para os paulistas, sentiram-se aliviados pela diminuição das enchentes. Para o paraense que aqui vos fala, o medo de enfrentar o inverno que se avizinhava. Pego de “calças curtas”, as duas últimas semanas do outono chegaram com uma frente fria muito forte (queria eu deixar um palavra expressivamente mais forte, mas o politicamente correto não me permitiu) e as temperaturas foram para a casa dos 10º C. Imagina o que é, para um paraense acostumado a um calor de 32º C. e sensação térmica de mais de 35º C. ter que viver pela primeira vez em temperaturas tão baixas? Foi um verdadeiro “Deus nos acuda”. Cheguei a vestir, de uma só vez, três camisas, pois eu não havia adquirido roupas apropriadas para enfrentar aquele frio que se abatia na cidade.

Termina o outono e chega o inverno. Eu já falava para todos que as temperaturas iam despencar. Estava estampado em meu rosto o medo do frio. E mais uma vez esse tempo maluco dessa cidade me deu um drible a lá Garrincha: quase um mês inteiro no inverno e as temperaturas permaneciam agradáveis. Antes as temperaturas pudessem ficar nesses níveis agradáveis (como é bom sonhar…) mas mais uma vez despencaram. Agora para menos de 10º C. Chegou-se a um dia a sensação térmica ser de 4º C. (ÉGUA!!!!).

Agora o inverno já está indo embora (ainda não posso ficar feliz com isso). Neste momento as temperaturas atingem fácil a casa dos 30º C. Longe de sentir o mesmo calor de Belém, mas a umidade relativa do ar, que em Belém sempre foi acima de 60%, aqui em São Paulo já chegou na casa dos 12% (a cidade entra em estado de alerta). Água, água, água e mais água. Eu que já consumia bastante água, agora me vejo quase como um andarilho do deserto a procura de água o tempo todo. Sempre que possível, a garrafinha de água está em minhas mãos. Além do clima seco, há a grande poluição que se acumula sobre a cidade quando o clima fica desse jeito. É realmente assustador quando se está sobrevoando São Paulo e se observa aquela camada marrom por sobre a cidade.

Todo o cuidado com a saúde, nessa cidade de tempo maluco, é pouco.

Anúncios

Sobre Maick Costa

Stay hungry, stay foolish

Publicado em 28/08/2010, em Sem categoria. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. É isso aí Maick! Não deve ser fácil enfrentar todas essas mudanças climáticas! Mas estou torcendo por vc!!! Bjos

Comentaê

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s