Século XIV igual ao século XXI?

Na disciplina de Estado e sociedade no Brasil, a qual o professor Luiz Carlos Bresser-Pereira ministra, tive de ler o capítulo final da obra de Raymundo Faoro, jurista, sociólogo, historiador, cientista político e escritor brasileiro – Os donos do poder (1975), na qual ele aponta o período colonial brasileiro como origem da corrupção e burocracia do país.

Lendo o texto me deparo com a narrativa do conselho de Álvaro Pais, oficial português do século XIV, ao Mestre de Avis (D. João I de Portugal):

“Senhor – dizia-lhe o astuto conselheiro – fazei por esta guisa: Dai aquilo que vosso não é, e prometei o que não tendes, e perdoai a quem vos não errou, e ser-vos-á mui grande ajuda para tal negócio em qual sois pôsto.”

Isso no século XIV. Um Rei recebendo conselho para dar o que não é dele, prometer o que não tem…

Não sei porque, mas tive uma leve sensação de que ainda estamos no século XIV…

Anúncios

Sobre Maick Costa

Stay hungry, stay foolish

Publicado em 21/09/2010, em Sem categoria. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Comentaê

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s