Arquivo da categoria: Política

Por Renato Pontes

Ontem, hoje ou amanhã?

“As criaturas de fora olhavam de um porco para um homem, de um homem para um porco e de um porco para um homem outra vez; mas já era impossível distinguir quem era homem, quem era porco.” (ORWELL, G. 1943)

20121017-104326.jpg

Veja e Globo atacam. Na mira, Orlando Silva.

O caso do Ministro dos Esportes, Orlando Silva (PC do B), me lembra muito um caso bem antigo, registrado no livro mais vendido de toda a história: A Bíblia. O caso em questão é o da mulher adúltera que, diferente do Ministro (que foi acusado sem provas), foi pega em flagrante e levada à presença de Jesus pelos Escribas e Fariseus. Na ocasião, lhe foi informado de que, pela Lei de Moisés, a mulher deveria ser apedrejada. De pronto, Ele respondeu: “Aquele que dentre vós estiver sem pecado, seja o primeiro que lhe atire pedra…”. Não restou um.

Como no “caso da mulher adúltera”, Orlando Silva está sofrendo o apedrejamento (moral) que era indicado pela “Lei de Moisés”, contudo, diferente do que houve com a mulher, que foi pega em flagrante, contra Orlando não existem sequer provas, apenas falácias de uma revista conhecida nacionalmente por propagar mentiras e uma emissora de TV que apoiou (e cresceu graças) a ditadura militar.

Além de tudo, o autor das denúncias (repito, sem provas) contra o Ministro é um soldado que foi preso, em 2008, pela Operação Shaolin, que flagrou desvios de recursos do Programa Segundo Tempo, o mesmo que ele usa para acusar, sem provas, o Ministro. É como ser preso por roubar um celular, e acusar o fabricante do aparelho pelo fato.

Roberto Marinho e General Figueiredo. A Globo e a Ditadura de braços dados.

Não é a toa que, por vezes, a hashtag #VejaMente lidera os assuntos mais comentados (TTs) do País (quando não do mundo) no Twitter. Seus colunistas são verdadeiros “propagadores de buchicho”, selecionados entre fracassados escritores, profissionais mercantis da educação e jornalistas aposentados, que servem cegamente aos interesses sórdidos de empresários e políticos ricos e poderosos – que em troca- anunciam amplamente na “revista”.

Como se não bastasse, as falácias manipuladas e difundidas pela Veja são endossadas pela emissora da Ditadura, a Globo. E, pasmem, a hashtag #GloboMente também costuma estar presente entre os temas mais comentados do twitter, e em protestos realizados  (aqui e aqui).

E esta dupla dinâmica, formada pela Veja e pela Globo, costuma se unir para desqualificar a Esquerda Brasileira, bem como os Movimentos Sociais e tudo o que contraria os interesses dos grandes e podres empresários e políticos sujos (não generalizo, me refiro ao sujos, que são muitos). Quem nunca viu uma manchete acusando o MST de ser o pior dos males do Brasil? E quando você viu esses mesmos meios de comunicação falando sobre as ações do movimento com os trabalhadores do campo? Ou das centenas de assentamentos que acolhem centenas de milhares de famílias? Acredito também que nunca os ouviu falar sobre o Sistema Escolar Nacional do MST, que já fez mais pela alfabetização do País do que todos os programas do Governo.

São esses meios de comunicação, embasados em uma acusação sem provas de um ex-preso, que agora apedrejam moralmente o Ministro dos Esportes que, dentre outras coisas, vinha lutando contra os desmandos da FIFA, principalmente no que tange ao Direito a Meia Entrada nos jogos da Copa aos milhões de estudantes do País.

E há os que acreditam que tudo isso não passa de uma armação da própria FIFA para “mandar um aviso” ao Governo, que está batendo de frente com seus desmandos. Isso não me surpreenderia se fosse verdade, não seria incomum.

Como não sou Juiz de Direito, não posso julgá-lo inocente ou culpado, embora TODOS sejamos inocentes até que se prove o contrário (de acordo com o princípio da presunção de inocência), mas levar em consideração uma denúncia difundida pela Veja e pela Globo é demais.

Não leia a Veja, não assista a Globo. TEMOS QUE DAR UM BASTA NA DITADURA DA MÍDIA!

Democratização dos meios de comunicação JÁ!

Agradecimento: @LaroldoRibeiro

Divisão do Pará: A quem interessa?


No dia 11 de Dezembro de 2011, todos os Paraenses irão às urnas para decidir sobre a possível divisão do estado em 3: Tapajós, Carajás e o Pará remanescente, o menor dos 3. Mas, na prática, a quem interessa esta divisão?

Particularmente, sou contrário à divisão do Pará, por entender que criaria um dispêndio muito alto para a União e a administração desses dois novos estados ficaria à cargo das pessoas com grandes recursos da região, como infelizmente funciona a política em nosso país.

Acontece que, o Sul do Pará, onde seria localizado o novo estado do Carajás, é uma região marcada por conflitos agrários e pela morte de lideranças que lutam pelo direito à terra, pela reforma agrária ou por qualquer outra luta que contrarie o interesse dos grandes proprietários de terra da região, à exemplo da Ir. Dorathy Stang, assassinada em 2005.

Entendo que a região precisa URGENTEMENTE de políticas públicas voltadas à divisão de terras, não podemos, em hipótese alguma, permitir que a administração pública da região fique nas mãos desses grandes proprietários. No entanto, este momento de discussão deve servir para refletirmos sobre as reais necessidades da região.

Ademais, de acordo com o Prof. Cloves Barbosa, o interesse pela divisão “É uma fração da classe composta pelas pessoas que exercitam o agronegócio. A razão para isto é que as exportações brasileiras vêm enfrentando uma série de restrições, principalmente da região do euro, que é composta de boa parte de pessoas que são sensíveis às questões ecológicas e fitossanitárias”. E explica: “Estes agentes poderão dizer que no estado de Carajás não existem mais remanescentes de floresta nativa, e que a região é de pastagens e de extrativismo mineral. Trata-se, portanto, de um negócio puramente burguês”

Acredito que esta foi uma jogada dos grandes proprietários de terra do nosso estado e de outros interessados pelo Brasil a fora e, se sair do Papel, fará com que todos tenhamos que repensar e reforçar a luta por igualdades no campo.

DIGA NÃO À DIVISÃO DO ESTADO DO PARÁ, DIGA SIM PARA MAIS SEGURANÇA E REFORMA AGRÁRIA NO SUL E SUDESTE DO ESTADO! NÃO AOS ASSASSINOS DO CAMPO!

PSD, DEM e a Ditadura Militar

A briga entre o neófito PSD e o DEM, desde o surgimento do novo partido, está tomando conta dos principais jornais e blogs políticos do País.

Toda a discussão se dá pelo fato do PSD, na sua maioria, ser formado por dissidentes do DEM, o que estaria causando a ira da cúpula do partido, uma vez que este estaria se enfraquecendo com a perda de tantos nomes.

Mas, com todo o respeito, qual a diferença entre os dois partidos na prática? Como já falei em outra postagem, o neófito é homônimo de um partido que, juntamente com a Frente Liberal (que virou PFL, que hoje é DEM) apoiou a Aliança Renovadora Nacional (ARENA), sustentáculo da ditadura militar no pós-AI-2, quando foi instituído o bipartidarismo no país.

O DEM, por sinal, quando conhecido por outro nome, foi um dos, se não o principal, partido de apoio à ditadura militar. O seu atual presidente, Senador José Agripino, foi prefeito de Natal em 1979, em plena Ditadura Militar, indicado por Lavoisier Maia, seu primo. Vale salientar que Lavoisier foi nomeado governador biônico do estado do Rio Grande do Norte pela ditadura militar, apoiado por Tarcísio Maia, pai de Agripino e correligionário de Lavoisier.

Tarcísio Maia, pai de José Agripino, também já foi governador biônico do Rio Grande do Norte, sendo indicado pelo General Golbery do Couto e Silva, com o apoio decisivo de Aluízio Alves. A escolha se deu em 1974, em pleno período conhecido como “Anos de Chumbo” do regime militar.

Nesta época, milhares de brasileiros foram mortos e torturados pela ditadura. Dentre eles, muitos norte-riograndenses como Luiz Maranhão e Emmanuel Bezerra dos Santos.

Não se pode negar que José Agripino surgiu na política potiguar graças a Ditadura Militar, tão pouco que o partido que lidera foi sustentáculo deste regime. O senador pode até renegá-la, mas o seu passado está registrado na infame história política do País.

PSD, DEM e a Ditadura Militar… Será que realmente queremos ser representados por esses grupos?

Indico o artigo de Antônio Capistrano: José Agripino e a Ditadura Militar.

Canal de TV da Paraíba pode ter concessão cassada por exibir cena de estupro

Sim, um Canal de TV da Paraíba exibiu, na tarde do dia 30 de Setembro, cenas de uma garota de 13 anos sendo estuprada durante uma reportagem sobre o caso. O Ministério Público agora está pedindo que a União casse a concessão da TV Correio, afiliada da Rede Record, pela transmissão das imagens.

A Procuradora afirma que o material veiculado pela emissora contém cenas reais de tortura, como em “snuff movies”. O crime foi filmado por um adolescente de apenas 15 anos com a câmera de seu celular. A vítima é aluna da rede pública da região metropolitana de João Pessoa.

Segundo a polícia, a garota teria sido estuprada por um inspetor da escola, de 20 anos.

A menina informou a polícia que o inspetor a atraiu para sua casa, após o final da aula, a dopou e depois molestou. As imagens veiculadas na emissora foram desfocadas e não identificam a menina.

Nos dias seguintes, as imagens circularam entre os amigos da menina, segundo informou o Conselho Tutelar. A polícia foi acionada pela família assim que soube do ocorrido.

O menor que realizou as filmagens informou à polícia que a jovem teria consentido a relação. Vale salientar que, no Brasil, manter relação sexual com menores de 14 anos é considerado estupro de vunerável.

Na ação do MPF, “não se encontraria, no país inteiro, exemplo mais cabal de exploração da miséria humana, da sexualidade pervertida, de desrespeito com os valores da sociedade e da família e de atropelo da dignidade de uma criança por meio de veículo de comunicação, do que este”. Apesar do leve desfoque dado nas imagens, o MPF considera que tais cenas “transformam a casa de milhares de cidadãos paraibanos em palco para a sexualidade pervertida e criminosa, além de tripudiar com a dignidade e os direitos da personalidade da infeliz vítima”.

O procurador informou que aguarda apenas análise do conteúdo do programa Correio Verdade, pelo Ministério da Justiça, para ingressar com nova ação com vistas a responsabilizar a empresa pelo descumprimento da classificação indicativa.

Ainda estou tentando avaliar o que é mais absurdo: Um inspetor de 20 anos molestar uma garota de 13, enquanto um garoto de 15 filma ou a emissora transmitir as imagens, e no horário do almoço!

Dilma quer travar proposta de meia-entrada no #EstatutoDaJuventude

Deu no Estadão:

Dilma Roussef

A presidente Dilma Rousseff decidiu orientar os líderes dos partidos aliados no Senado a travar a proposta que concede meia-entrada para os 53 milhões de brasileiros com idade entre 15 e 29 anos, prevista no Estatuto da Juventude – o projeto foi aprovado pela Câmara dos Deputados na última quarta-feira. Assim, o governo espera evitar novos problemas com a Fifa durante a realização da Copa do Mundo de 2014.

De acordo com dados da Fifa entregues ao governo, a meia-entrada poderá representar um prejuízo de R$ 180 milhões (US$ 100 milhões) na venda de ingressos para o Mundial. No Palácio do Planalto, as informações de bastidores são de que a presidente Dilma ficou muito irritada com a aprovação do Estatuto da Juventude com a previsão da meia-entrada. O mesmo projeto dá direito às pessoas de até 29 anos de pagar metade da passagem de ônibus e de barco nas viagens entre as cidades e os Estados.

O projeto que estabeleceu a meia-entrada para as pessoas de até 29 anos foi aprovado depois de uma falha da articulação política do governo na votação do Estatuto da Juventude pelos deputados – o projeto estava nas gavetas da Câmara havia sete anos. O líder do governo, Cândido Vacarezza (PT-SP), admitiu que errou ao não vincular o direito à meia-entrada às leis estaduais e municipais. Ele pediu que o Senado faça os ajustes.

Como a presidente estava na Europa e só retorna no fim de semana, o assunto deverá ser discutido logo na primeira reunião da coordenação política na segunda-feira. A meia-entrada durante a Copa, já prevista no Estatuto do Idoso, está causando o maior desconforto entre o governo brasileiro e a Fifa, tanto que Dilma teve reunião na última segunda com o secretário-geral da entidade, Jerome Valcke, em Bruxelas, na Bélgica, para tratar desse e outros temas relativos à organização do Mundial.

A juventude Brasileira deve agora pressionar o Governo para que o estatuto seja aprovado! Fazendo apenas uma pequena correção no texto da caríssima Tânia Monteiro, do Estadão, o estatuto prevê meia-entrada para Jovens estudantes de 15 a 29 anos, uma vez que não há Lei Federal que preveja o tema, apenas uma Medida Provisória e Leis Estaduais.

A aprovação do estatuto se faz muito necessária no sentido de garantir que o direito ao benefício da meia-entrada em eventos culturais e esportivos seja estabelecido em todas as cidades do País.

Esperamos que o sentimento pela luta social, presente em toda a vida política da Presidenta Dilma, volte a sua cabeça e que este surto burguês passe logo… melhoras, Presidenta!

PSD nasce como o terceiro maior da Câmara

O Partido Social Democrático (PSD) já nasce grande na Câmara Federal, contabilizando hoje 54 Deputados, ultrapassando os 52 do PSDB. Ficando atrás apenas do PT (87 Deputados) e do PMDB (80 Deputados).

Criado pelo Prefeito Gilberto Kassab, o partido recebeu filiações de dissidentes do DEM (antigo PFL e ARENA), PP, PMDB, PSDB, PTB PPS. Uma curiosidade sobre o novo partido é que este é homônimo de um outro partido extinto pelo AI-2, que deu origem ao ARENA, juntamente com membros da União Democrática Nacional (UDN) e outras legendas de menor expressividade, sendo sustentáculo da ditadura militar.

O (novo?) partido já nasce com viés ideológico duvidoso, ainda não se sabe se será base governista ou oposicionista, uma vez que recebe filiados das duas bases.

Será que a população brasileira irá apoiar um partido recriado por dissidentes do DEM, antigo PFL, que foi PL, que foi ARENA, que foi PSD e que foi SUSTENTÁCULO da DITADURA MILITAR?

Corruptinhos

Vocês gostam de escutar podcasts? Vocês sabem o que é? Tenho uma lista de podcasts que gosto muito de escutar. Entre eles estão Jovem Nerd, Visão Histórica, Paranérdia, Radiofobia, RapaduraCast, WeRgeeks, Descontrole e Jussaricast (não me perguntem como faço para escutar tudo isso, as vezes nem eu sei como consigo). O que vou falar aqui, agora, neste momento, right now é sobre um episódio do Café Brasil, do Luciano Pires. Vou falar pouco, mas espero que vocês leiam o texto ou escutem o episódio do podcast (e continuem escutando porque o Café Brasil é MUITO BOM) (Não, não é um post pago). O episódio “corruptinhos” fala sobre… ah… vá lê, vá escutar.

Mas trago aqui os vídeos das músicas que embalaram esse episódio do Café Brasil.

Aqui, um vídeo que ilustra o texto do poeta paraíbano Jessier Quirino, com o texto “politicagem”:

Aqui o show, no SESC Pinheiros / SP, do Carlos Careqa – Não sou filho de ninguém:

E uma frase deve ser eternizada:

“Se queres educar uma criança, comece 20 anos antes dela nascer” (Napoleão Bonaparte)

Anonymous Brasil, carta aberta à imprensa e à população brasileira

O grupo de ativistas Anonymous divulgou uma carta aberta endereçada a imprensa e ao povo brasileiro.

O grupo procura esclarecer sua ideologia e como opera. Além disso, esclarece que não possuí ligação com o LulzSec Brasil – grupo responsável pelos ataques aos sites do governo nas últimas semanas. O que eles falam do Brasil tem muita verdade!

Vejam a carta aqui

PNBL, piada?

Velocidade de conexão de 1Mbps com limite de download de 300MB para telefonia fixa e 150MB para telefonia móvel. Banda larga? R$ 35,00 por 1Mbit (meu plano NET em São Paulo de 5Mbit é de R$ 89,90 ou 17,98 por Mbit). Popular? Mais R$ 30,00 pela assinatura do telefone fixo para contratar o acesso ao PNBL. Popular? Limite de download (implícito: cobrança sobre excesso). Em quanto tempo extrapolo 300MB de download? Acho que em menos de um dia, hein? Banda larga? Popular?

Êêêê Brasil…

Leiam o PNBL aqui

%d blogueiros gostam disto: