Arquivo da categoria: Tech/Ciência

Feedly absorve geral e vem com tudo por aí!

feedly-update-640x521
Olá amigos , tudo bem?

Se você usa RSS provavelmente usa algum aplicativo para agregar seus RSS, acertei? Dã! Lógico, né? Google Reader é quase um morto-vivo e existe a chance de você usar algo que integre mobile, tablet e desktop, correto? Conhece o Feedly? Eu recomendo e tenho a coragem de dizer que ele pode mudar sua vida. Explico:

Confesso que eu usava o finado Google Reader, mas desde que fora anunciado a morte do serviço percebi que,além de mim, muita gente ficou meio que sem saber pra onde ir com seus feeds RSS.

Para se ter uma ideia, só foi sair o decreto da morte do Google Reader que o Feedly ganhou 500.000 novos usuários e começou a trilhar seu caminho para se tornar um verdadeiro gigante do RSS como? O Feedly vai se integrar com os apps Reeder, Nextgen Reader, gReader, Press e Newsify até o fim do mês.

Esse foi o fato que me fez apaixonar pelo leitor de RSS. Essa absorção de vários API’s já consolidados tem tudo para deixar o Feedly ainda mais fluido e amigável.

E tem mais, ouvi falar foi que, visando deixar as coisas mais fácies para quem vem do GReader, o Feedly transformou sua API em uma espécie de clone da API do Google Reader, e tudo indica que o mesmo acontecerá com os apps. O que nós ganhamos com isso? Estabilidade multiplataforma, eu espero.

Hoje, já existe a possibilidade de você segmentar por conteúdo de interesse ( como em qualquer leitor RSS), mas o que promete ser o grande diferencial deles será o seu próprio app incluindo busca, compartilhamento em grupo, tornando o mais rápido tanto em desktop quanto em mobile.

E você, o que acha do Feedly? Prefere outro?

Anúncios

Audi inaugura loja ao estilo Vingador do Futuro

Audi City

Se você está pensando que na loja terá mulher com três seios, pensou errado.  Assim como nesse clássico do cinema, o 3D está de volta para ajudar as nossas vidas. A novidade, chamada Audi City, se diferencia por não contar com os modelos expostos fisicamente. Para mostrar seus carros aos clientes, a fabricante alemã utiliza imagens em 3D ( espero que não seja o 3D do Duke Nuke “3D”).

Segundo a Audi, graças a tecnologia multimídia é possível exibir em um único local e, pela primeira vez, a linha completa de veículos, incluindo todas as cores, opções de equipamentos e versões. Vale destacar que as imagens seguem o tamanho real de cada veículo.

Deixo aqui, meus(não esta pessoal?) parabéns à AUDI por pensar à frente, que com uma forma até que simples, conseguiu resolver um grande problema das lojas físicas; o de depender de estoque para atender à demanda dos clientes. Acredito que não devemos nunca subestimar a nossa capacidade de resolução de problemas.

Com a tecnologia temos a extensão do corpo e a liberdade da mente, ciência e tecnologia representam a vitória do homem sobre nossas limitações animais.

Você acha que lojas como essas, independente do segmento, são tendências para os próximos anos? COMENTA AI!

A Utopia e o “Pensar fora da caixa”

No princípio era o verbo. Mover-se de forma confortável pelo infinito mar azul. Construir um iate que se assemelhase a uma residência. Quem aí pensou em uma arca idêntica a de Noé levante a mão ( o/ ). Mas não meus amigos, o pessoal do BMT Nigel Gee teve, o que pra mim foi exemplo de vida sobre como pensar fora da caixa, eles criaram o Utopia.

O briefing era simples: “um imóvel flutuante que pudesse ser movido entre boas locações’. Até então o simples e o simplório poderiam estar juntos na realização dessa tarefa, basta fazer uma casa em cima de um barco. Elementar para quem tem no sangue a incapacidade de pensar que podemos fazer de outro jeito, que podemos pensar fora da caixa, porque não fazer diferente? A idéia do iate Utopia nasceu a partir do momento em que eles concordaram que o design nao deveria ser, necessariamente, igual ao de um iate tradicional.

Como vemos na figura e no vídeo, o design do Utopia foge dos padrões náuticos vistos até então. Medindo 100 metros de largura e com quatro, gigantes, pernas, o Utopia inova no segmento marítimo e abre nossa mente para a criatividade sensorial, fazer bem o simples é bom, mas e fazê-lo de forma funcional é melhor ainda.

Uma centelha de criatividade, a utopia de realizar-se, de “olhar do lado de fora’, a necessidade de fazer diferente. Tudo isso faz parte, ou pelo menos deveria, da evolução do ser. Como diz o poeta do Orkut:”Sem saber que era impossível, ele nem foi lá”. Não adianta focarmos no sucesso se não temos o amor pela vitória de chegar lá. Para mim, o Utopia é a prova de que não precisamos ser os melhores, basta não sermos sempre os mesmos.

[NOTA DO EDITOR]: O autor do post estava inspirado. Ou fumou alguma coisa, ou anda reflexivo… sei lá.

Windows Remix

Olá mamíferos,

Muita gente ainda hoje usa o maravilhoso, leve e brega Windows XP para seu dia-a-dia. Já ouvi boatos de que na verdade não existe Windows XP Original, ele foi divulgado via Torrent pelo Pirate Bay. Já vi gente fazendo temas absurdamente pesados com fotos de mulher pelada ou sons de gemido no lugar do maravilhoso “PAM!” quando dá erro.

Já vi até camisas para a tão vista e odiada Tela Azul da Morte (Quando o Windows inventa, sem motivo algum, te fazer uma sacanagem. Geralmente ele espera você estar jogando há umas 3 horas seguidas ou concluindo seu TCC sem ter salvo nada). Mas utilizar sons e imagens (que sempre me deram raiva) para fazer uma musica boa e dançante foi genial.

Skynet na Robotech

Olá mamíferos,

Cerca de 300 empresas estão participando desde quarta (30/11) da feira Robotech, em Tóquio, uma das maiores do mundo em seu setor. Nessa edição da feira são apresentados dispositivos robóticos (dããã!) para oferecer possíveis soluções para a terra natal do Jaspion, pelas seqüelas da catástrofe sofrida em 11 de março.

Até aí tudo bem. Tudo muito lindo! Uma causa nobre e muito digna (chego a comparar ao Mega Man), porém dois protótipos me chamaram muito a atenção nesse vídeo. Vamos agora realizar a análise situacional de cada um dos dois:

1 – Baby doll que recarrega a bateria do celular! ( WHAT???)

Skynet na robotech

Tá bom! Digamos que você, o que eu duvido muito, resolva adotar essa modalidade bizarra de levantar a bandeira da sustentabilidade. Lá está a sua pessoa dentro do ônibus LOTADO e jogando Angry Birds enquanto escuta música. Sua bateria vai pro saco, aí o que você faz? TADÃAAN. Simples! É só plugar seu celular à sua roupa (quero acreditar que não seja a sua primeira camisa. Se for comprar uma dessas, POR FAVOR use algo menos idiota por cima ok?) e esperar, calma e pacificamente, que seu celular recarregue antes de você chegar à sua parada. Legal né? Agora imagina a cara do seu Nonô aí no banco do seu lado, te olhando e vendo essa presepada? Vamos para o próximo…

2 – O braço do Exterminador do futuro está a venda!

Volte pro vídeo e pare em 0:14.

Santo Deus

E você achando que a Skynet era pura fantasia…

[NOTA DO EDITOR]: Tô com a mesma cara do meme acima…

Chinês cria “Transformer”

Antes que você tenha um infarto eu vou explicar. Como já não bastasse toda a esquisitice da criatividade do povo oriental com cobras, ervas, ratos e morcegos fazendo parte da milenar medicina chinesa eu até entendo. Lagartos ressecados bons para tosse, pedra nos rins e até mesmo impotência eu agüento, mas existe algo ainda mais “no sense” rolando em terras chinesas…

Huang Lianfei gastou um mês da sua vida chinesa na cidade de Shenyang, província de Liaoning (como se você soubesse onde é) para fazer uma escultura gigante de um robô inspirado em Transformers, só que com peças usadas de carros (E eu com isso?).

Já viu exposições onde os “artistas” pegam aqueles objetos mais chatos e sem sentido e dizem que ele faz referência a prosopopéia do pensamento retórico mesozóico e paleolítico e, além de ganharem prêmios, ficam ricos com tanta publicidade? Pois é! Enquanto isso, nosso amigo Huang Lianfei faz um clone de um Autobot e ninguém sabe ao menos pronunciar o nome dele direito. Puta mundo injusto, viu?

Não gostou? Pode me “escrotizar” ai embaixo.

[NOTA DO EDITOR] Esse chinês tá ministrando curso? Preciso entrar em contato com ele.

Como a lua se formou?

Vídeo do Museu Americano de História Natual que conta a formação do nosso satélite natural, ou como chamamos: Lua.

Para quem não conseguiu ler em inglês. A formação da Lua tem um início violento. Há 4,5 bilhões de anos atrás, quando os planetas do Sistema Solar ainda estavam em formação, a jovem Terra brilhava com uma temperatura de mais de 1700•C. Um objeto do tamanho de Marte orbitava a jovem Terra e acabou colidindo com o nosso quente planeta em formação. A colisão espalhou rocha derretida na órbita da Terra e, enquanto as rochas esfriavam, formaram-se porções maiores. Um mês depois, a Lua já tomava sua forma há pouco mais de 22,5 mil km de distância da Terra. Hoje a Lua encontra-se a uma distância de mais de 380 mil km da Terra. Os cientistas estudam a composição da Lua para entenderem como ela se formou.

ASIMO – Robô da Honda

É impossível não pensar que tem uma pessoa (ou um anão) dentro do Asimo de tão perfeito que são os movimentos dele.

Wall-E de verdade

Falem a verdade, só eu fiquei assim?

Vi no Arena Geek

Cinema 4D

2012. Assistiremos ao fim do mundo em cinemas 4D. A Cinépolis, empresa mexicana de cinemas, trará ao Brasil o cinema 4D. São Paulo e Curitiba serão as cidades contempladas na estreia. Cinema onde você sentirá frio, calor, vento, chuva (?), sentirá perfume (aquela atriz cheirosa… ai ai), sentirá odores (quero nem imaginar o tipo de filme), sentirá a cadeira vibrar (não pensem besteira, viu?).

Qual será o melhor filme para assistir em um cinema 4D? Aí vai meu palpite: filmes de terror. Imaginem sentir um ventinho frio na nuca na hora do suspense? É de arrepiar os cabelos, literalmente. Sentir um odor de enxofre se o filme tiver demônios, possessões e afins? Já imaginaram? Para filmes assim, será melhor ter penico debaixo das poltronas…

Fonte: Exame

%d blogueiros gostam disto: